CCR Aeroportos arrecada mais de 700 toneladas em doações para vítimas no RS

São Paulo, 10 de maio de 2024 - Desde domingo (5), quando começou a campanha de doações, os aeroportos administrados pela CCR Aeroportos receberam mais de 700 toneladas de materiais, entre alimentos não perecíveis, produtos de higiene pessoal, água, roupas e calçados para atender às pessoas desabrigadas e desalojadas por causa das fortes chuvas no Rio Grande do Sul.

 

O Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte (MG), com 150 toneladas de doações, e o Aeroporto de São Luís, com 80 toneladas recebidas, iniciaram uma pausa a partir das 18h desta quinta-feira (9). O Aeroporto de Goiânia (GO), com 110 toneladas, seguiu esse movimento e pausou a arrecadação a partir desta sexta-feira (10), junto aos Aeroportos de Teresina (PI) - 85 toneladas, além de Petrolina (PE) e Imperatriz (MA) - ambos com 40 toneladas em doações. O Aeroporto Internacional de Confins, administrado pela CCR via consórcio BH AirPort, também interrompeu o recebimento de novos donativos. O objetivo agora é focar no transporte ao Rio Grande do Sul de tudo o que foi arrecadado. Os outros 10 aeroportos seguem abertos a novas doações.

 

Os postos de coleta seguem identificados nos aeroportos de: Curitiba, Londrina, Bacacheri e Foz do Iguaçu, no Paraná; Navegantes e Joinville, em Santa Catarina; Palmas, no Tocantins; além de Pelotas, Uruguaiana e Bagé, no Rio Grande do Sul.

 

Além dos pontos de arrecadação, a CCR Aeroportos aderiu à medida da ANAC, inicialmente válida até 15 de maio, que concede isenção de tarifas para voos com finalidade humanitária ao RS. Dessa forma, os operadores aéreos que transportarem suprimentos, doações ou socorristas para contribuir com as operações de resgate ou assistência às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul têm isenção das taxas aeroportuárias nos 16 aeroportos administrados pela CCR Aeroportos no Brasil e também no Aeroporto Internacional de Confins, no qual detém participação societária via consórcio BH AirPort.

 

“As ações que temos implementado nos aeroportos somam-se aos outros esforços que o Grupo CCR tem implementado para ajudar as pessoas que estão sofrendo com essa terrível tragédia no Rio Grande do Sul. Este é um momento para nos fortalecermos enquanto país”, afirma Fabio Russo, CEO da CCR Aeroportos.

 

Conjunto de ações do Grupo CCR

Além das mobilizações da CCR Aeroportos, o Grupo CCR como um todo empreende um conjunto de ações. Profissionais da Companhia estão trabalhando na linha de frente nas operações de socorro a pessoas feridas e comunidades isoladas pelas inundações. Dois helicópteros da Companhia apoiam as operações de resgate. O Grupo CCR ainda realizou a doação de 10 toneladas de produtos não perecíveis, que incluem água potável, alimentos e materiais de higiene pessoal.

 

 

Sobre a CCR Aeroportos

A CCR Aeroportos é uma divisão de negócios do Grupo CCR que opera 20 aeroportos no mundo, firmando sua presença em quatro países e nove estados brasileiros. Com a recente expansão a empresa se consolidou como uma das maiores operadoras em número de aeroportos no Brasil. Ao todo administra 17 aeroportos brasileiros: São Luís e Imperatriz, no Maranhão; Palmas, no Tocantins; Teresina, no Piauí; Petrolina, em Pernambuco; Goiânia, em Goiás; o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, por meio da BH Airport, e o Aeroporto da Pampulha, em Minas Gerais; Curitiba, Bacacheri, Londrina e Foz do Iguaçu, no Paraná; Navegantes e Joinville, em Santa Catarina; e Pelotas, Uruguaiana e Bagé, no Rio Grande do Sul. No exterior, a empresa opera os aeroportos de Juan Santamaria (Costa Rica), Quito (Equador) e Curaçao (Antilhas Holandesas). Em todas estas operações, a CCR Aeroportos movimenta cerca de 42 milhões de passageiros por ano.

 

Informações à imprensa

CCR Aeroportos

InPress Porter Novelli

Mariana Belloti | (11) 99977-7382 | ccraeroportos@inpresspni.com.br