Obras de revitalização do Aeroporto de Teresina geram mais de 300 empregos diretos

A construção civil é o terceiro setor da economia que mais gerou empregos no Piauí em 2023, segundo dados do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados esse ano pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Em números exatos, o Piauí registrou um saldo de 4.322 empregos de carteira assinada, contribuindo para o aumento de 6,6% em todo o Brasil na categoria. Para alcançar essa marca, os investimentos de grandes empresas são fundamentais para esse crescimento. Em Teresina, a CCR Aeroportos, administradora do aeroporto, tambem favoreceu esse dado com o início das obras no terminal. Cerca de 310 empregos diretos foram gerados para o setor.

Desde que assumiu a concessão do Aeroporto de Teresina (THE), a CCR vem trabalhando para elevar o padrão do terminal da capital piauiense. Com investimentos estimados em R$ 156 milhões, o projeto contribui significamente para a economia local. “Um dos grandes objetivos da CCR é participar ativamente na contribuição do desenvolvimento dos locais onde opera. Com essa reforma, Teresina vai poder contar com um aeroporto novo à altura de uma capital, trazendo impacto positivo para economia, turismo, geração de emprego e principalmente conforto e segurança para os passageiros”, pontua Rogério Guimarães, Gerente de Engenharia da CCR.

A obra tem o objetivo de aumentar a segurança operacional, otimizar a capacidade de atendimento de aeronaves e proporcionar um ambiente mais confortável e moderno para todos que cruzarem os portões de embarque e desembarque. Entre as intervenções previstas estão: reforma e ampliação do terminal de passageiros; implantação de conectores entre a área de embarque e as aeronaves; ampliação do estacionamento de veículos; adequação viária de acesso ao aeroporto; adequação das RESAs (áreas de escape) à legislação vigente; novo pátio de aeronaves para 8 posições C; e adequação de taxiway de acesso aos hangares.

O aeroporto teresinense conecta o Piauí às principais cidades do país como Guarulhos (SP), Brasília (DF), Recife (PE), Fortaleza (CE), Belo Horizonte (MG), entre outras. O terminal também é porta de entrada para quem chega ao estado para conhecer o litoral piauiense, as famosas cachoeiras e toda história das pinturas rupestres do Parque Nacional da Serra da Capivara, em São Raimundo Nonato.

A expectativa é concluir esta série de melhorias no aeroporto até o final de 2024. Durante todo o período de obras, a CCR Aeroportos se empenhará para minimizar os transtornos aos passageiros e manterá uma comunicação transparente sobre o andamento dos trabalhos.

 

Sobre a CCR Aeroportos

A CCR Aeroportos é uma divisão de negócios do Grupo CCR que opera 20 aeroportos no mundo, firmando sua presença em quatro países e nove estados brasileiros. Com a recente expansão a empresa se consolidou como uma das maiores operadoras em número de aeroportos no Brasil. Ao todo administra 17 aeroportos brasileiros: São Luís e Imperatriz, no Maranhão; Palmas, no Tocantins; Teresina, no Piauí; Petrolina, em Pernambuco; Goiânia, em Goiás; o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, por meio da BH Airport, e o Aeroporto da Pampulha, em Minas Gerais; Curitiba, Bacacheri, Londrina e Foz do Iguaçu, no Paraná; Navegantes e Joinville, em Santa Catarina; e Pelotas, Uruguaiana e Bagé, no Rio Grande do Sul. No exterior, a empresa opera os aeroportos de Juan Santamaria (Costa Rica), Quito (Equador) e Curaçao (Antilhas Holandesas). Em todas estas operações, a CCR Aeroportos movimenta cerca de 42 milhões de passageiros por ano.

 

Mais informações à Imprensa

InPress

ccraeroportos@inpresspni.com.br

(11) 98916-3443 | (11) 99977-7382