Prestes a completar 50 anos, Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu entra em nova fase de desenvolvimento

Foz do Iguaçu, 4 de abril de 2024 - Há 50 anos, em 7 de janeiro de 1974, Foz do Iguaçu já se mostrava relevante para o cenário nacional da aviação e ganhava um novo aeroporto para marcar a entrada da cidade em um período de progresso. Cinco décadas depois, o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu segue em constante crescimento e pronto para se tornar um dos melhores do País.

 

Administrado pela CCR Aeroportos desde março de 2022, o terminal iguaçuense passou por uma série de melhorias na estrutura e segue em obras de modernização. Estão sendo investidos R$ 270 milhões para ampliação no terminal de passageiros, construção de três novos pátios de aeronaves, novos terminais de carga aérea, entre outras intervenções da primeira fase de obras, que serão entregues até o fim de 2024.

 

Conforme destaca o gerente do terminal, Wander Melo Jr, a CCR Aeroportos pretende realizar grandes investimentos no aeroporto de Foz, transformando-o em uma referência para o turismo de natureza e de eventos.

 

“O Aeroporto de Foz possui características únicas no setor aeroportuário. Estamos em uma tríplice fronteira, temos diversos pontos turísticos conhecidos mundialmente e a infraestrutura local permite a realização de eventos ao longo de todo o ano. Tudo isso significa que temos um alto movimento constante e, por isso, não podemos descansar neste trabalho de oferecer um terminal capaz de comportar essa demanda”, pontuou Wander.

 

Foz do Iguaçu e aviação: crescimento alinhado

 

O crescimento de Foz do Iguaçu pode ser ilustrado a partir do desenvolvimento aeroportuário da cidade. O primeiro terminal foi construído ainda na década de 1930, operando pequenos voos, mas já destacando o potencial turístico iguaçuense ao receber visitantes ilustres como Walt Disney, em 1938.

 

Com a fama que a cidade obteve graças às Cataratas do Iguaçu, houve a necessidade de expansão e a transferência para o local em que se encontra hoje. O então Aeroporto do Parque Nacional do Iguaçu deu lugar ao atual Clube Gresfi, que preserva um espaço de memória para a antiga estação aeroviária.

 

Na década de 1970, com a construção da Itaipu Binacional e o crescimento latente do município, o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu passou a ser administrado pela Infraero. Ao longo dos anos, diversas modificações foram realizadas para acompanhar a infraestrutura turística que se instalava em Foz.

 

“A CCR Aeroportos assumiu a operação de um aeroporto carregado de histórias. Estamos pensando no futuro, mas sem deixar de lado as importantes conquistas já obtidas. Continuamos trabalhando para homologar  a pista estendida, na ampliação do terminal que oferecerá maior conforto ao usuário e para atrair mais voos que liguem essa importante cidade aos maiores destinos do Brasil e do Mundo”, afirmou Marcius Moreno, Gerente Executivo da CCR Aeroportos para o Bloco Sul.

 

Números para o futuro

 

Desde que assumiu a operação do terminal, a CCR Aeroportos trabalha para atrair mais voos e turistas. São 25 voos diários durante a alta temporada, com aproximadamente sete mil pessoas circulando todos os dias em operações de embarque e desembarque.

 

Atualmente, o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu liga a cidade paranaense a outros 11 destinos nacionais, como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Florianópolis, Campinas, Recife, Maceió, Belo Horizonte, entre outros, além de manter uma rota internacional para Santiago, no Chile.

 

“São 50 anos de impacto para toda a região. Estamos diariamente trabalhando para trazer novas formas de conforto aos passageiros, seja com novos restaurantes, lojas, salas vips e obras estruturais. Vamos promover a cidade e mostrar ao mundo essa maravilha de destino”, completou Wander.

 

Sobre a CCR Aeroportos

 

A CCR Aeroportos é uma divisão de negócios do Grupo CCR que opera 20 aeroportos no mundo, firmando sua presença em quatro países e nove estados brasileiros. Com a recente expansão, a empresa se consolidou como uma das maiores operadoras em número de aeroportos no Brasil. Ao todo, administra 17 aeroportos brasileiros: São Luís e Imperatriz, no Maranhão; Palmas, no Tocantins; Teresina, no Piauí; Petrolina, em Pernambuco; Goiânia, em Goiás; o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, por meio da BH Airport, e o Aeroporto da Pampulha, em Minas Gerais; Curitiba, Bacacheri, Londrina e Foz do Iguaçu, no Paraná; Navegantes e Joinville, em Santa Catarina; e Pelotas, Uruguaiana e Bagé, no Rio Grande do Sul. No exterior, a empresa opera os aeroportos de Juan Santamaria (Costa Rica), Quito (Equador) e Curaçao (Antilhas Holandesas). Em todas essas operações, a CCR Aeroportos movimenta cerca de 42 milhões de passageiros por ano.

 

Informações à imprensa

 

Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu

Grupo Excom

Welyton Manoel | (45) 99977-4698 | welyton.manoel@excom.com.br

Juliane Fladzinski | (41) 9 9792-3025 | juliane.f@excom.com.br

 

CCR Aeroportos

InPress

Glauco Nascimento | (11) 98916-3443 | ccraeroportos@inpresspni.com.br

Mariana Belloti | (11) 99977-7382 | ccraeroportos@inpresspni.com.br

 

Utilizamos cookies para melhorar o desempenho e sua experiência ao utilizar nosso site. Nós procuramos, assim, explicar de forma transparente como, quando e porque utilizamos cookies. Ao acessar o nosso site, você concorda com a política de cookies e privacidade.